<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/offsite_event.php?id=6010927731378&amp;value=0&amp;currency=BRL" />

Intenções de Investimentos

Esse painel monitora a disposição do produtor em realizar investimentos adicionais ao que faz normalmente, nas seguintes áreas: custeio, máquinas e implementos agrícolas, infraestrutura e gestão de pessoas. Medido a partir de 2015 anualmente, fornece elementos importantes para uma melhor compreensão dos resultados do IC Agro, sendo um bom termômetro das expectativas do setor agropecuário.

O Painel de Intenção de Investimentos passou a ser publicado semestralmente.

Maiores preocupações

Na sondagem atual, o item “clima” continuou em destaque como preocupação dos produtores, pelo atraso no plantio da safra de verão, principalmente de soja.

No entanto, a maior preocupação neste trimestre foi em relação ao “aumento do custo de produção”, refletindo a alta do dólar, que influencia itens como fertilizantes e defensivos. No caso da pecuária, pesaram também os elevados preços do bezerro, que representam maior custo de reposição na pecuária de corte; e o aumento do preço do milho, que impacta a produção de leite e os confinamentos.

Por outro lado, os produtores se mostraram menos preocupados em relação ao “preço de venda do produto”, item que aparecia em 2º no ranking do trimestre anterior e que caiu para 4º na sondagem atual.

Intenção de investimentos

Padrão Tecnológico – Produtor Agrícola

No 4º trimestre de 2014, houve crescimento das intenções de investimento para aumentar o padrão tecnológico das lavouras. De acordo com a sondagem atual, 67% dos produtores agrícolas estão investindo mais em sementes, fertilizantes e defensivos na safra atual.

Seguindo os resultados do Índice de Confiança, os produtores de grãos e café (mais otimistas) são os principais responsáveis pelo resultado, enquanto os de laranja e cana (mais pessimistas) seguem bastante cautelosos, reflexo de um cenário ruim que se repete ao longo das diversas sondagens realizadas.

Dentre aqueles que pretendem aumentar o padrão tecnológico, 77% mencionaram sementes (variedades/híbridos) mais produtivas, seguida dos itens “controle de pragas, ervas daninhas e doenças” e “fertilizantes diferenciados”, ambos com 47% das respostas.

Padrão Tecnológico – Produtor Pecuário

O número de pecuaristas que está investindo para aumentar o padrão tecnológico da atividade ficou praticamente estável em relação ao trimestre anterior, em 62% dos entrevistados. Vindo de um cenário mais favorável, observa-se um interesse maior por parte dos criadores de gado de corte.

Dentre os pecuaristas que pretendem aumentar o padrão tecnológico, os itens mais citados foram “nutrição a pasto” e “reforma ou recuperação das pastagens”, seguidos por “correção e adubação para manutenção das pastagens” e “prevenção de doenças e parasitos”.

Máquinas e equipamentos – Produtor agrícola

Neste momento de indefinição dos cenários de preços e safra, os produtores agrícolas mostraram cautela nas decisões de investimentos. Apesar da relativa melhora do nível de confiança no último trimestre do ano, os entrevistados recuaram nas intenções de novas aquisições de máquinas e equipamentos e concentraram as atenções no aumento do padrão tecnológico com sementes, fertilizantes e defensivos.

No quarto trimestre de 2014 apenas 9% dos entrevistados responderam que pretendem investir em máquinas e equipamentos nos próximos meses, forte retração no percentual quando comparado ao trimestre anterior (24%) e ao mesmo período de 2013 (27%). Esse resultado negativo também foi influenciado pela demora na regulamentação e na definição das condições das principais linhas de crédito do BNDES, tanto do Moderfrota quanto do PSI (Programa de Sustentação do Investimento).

Vale destacar ainda que, mesmo entre aqueles que pretendem investir em máquinas e equipamentos, não há interesse em aumentar a potência de tratores e colheitadeiras. Essa questão reforça um movimento já observado em 2014, quando os mercados de tratores e colheitadeiras registraram queda de vendas, sendo o recuo concentrado basicamente nas máquinas de maior potência.

Gestão de pessoas – Produtor agrícola

De acordo com problemas relatados, a falta de mão de obra especializada sempre aparece no ranking de maiores preocupações dos produtores. Quando questionados, cerca de 29% dos produtores pretendem investir nesta área, percentual que permaneceu praticamente inalterado nas últimas sondagens. Segundo os entrevistados, o foco deverá ser o treinamento da equipe e a formação técnica dos operadores de máquinas e equipamentos.

Infraestrutura – Produtor agrícola

Assim como observado para as máquinas, o número de produtores com interesse em aumentar os investimentos em infraestrutura também caiu. Apenas 12% dos entrevistados pretendem investir em silos, estradas, irrigação entre outros.

Dos itens apresentados, o investimento em Silos/Armazéns foi o mais apontado, principalmente por produtores de grãos e de café, possivelmente influenciados pelas linhas específicas de financiamento para esta finalidade, que constam do Plano Agrícola e Pecuário.



A seguir, apresentamos os principais resultados.

Agropecuária - Os maiores problemas do seu negócio (RM em % Ranking) - 4º Trimestre de 2014

Agricultura - Investirá mais em tecnologia/custeio? (RU em %) - 4º Trimestre de 2014

67%3T2014: 49%**
*Controle de pragas, doenças e ervas daninhas
**Refere-se a resposta SIM do 3º trimestre de 2014

Agricultura - Investirá mais em máquinas e equipamentos? (RU em %) - 4º Trimestre de 2014

9%3T2014: 24%*
*Refere-se a resposta SIM do 3º trimestre de 2014

Agricultura - Investirá mais em infraestrutura? (RU em %) - 4º Trimestre de 2014

12%3T2014: 19%*
*Refere-se a resposta SIM do 3º trimestre de 2014

Agricultura - Investirá em mais gestão de pessoas? (RU em %) - 4º Trimestre de 2014

29%3T2014: 27%*
*Refere-se a resposta SIM do 3º trimestre de 2014

Pecuária - Investirá mais? (RU em %) - 4º Trimestre de 2014

62%3T2014: 65%*
*Refere-se a resposta SIM do 3º trimestre de 2014